Archive for julho, 2009

Coisas q faziamos (ou não) e que provavelmente não faremos mais devido a internet

  1. Ir à loja de discos entusiasmadíssimo comprar o novo CD da banda favorita e voltar com o tesouro entre as mãos lendo o encarte, tentando deduzir as canções a partir das letras e morrendo de ansiedade para chegar em casa e escutar no aparelho de som última geração. (realmente.. dava uma emoção, embrora eu tenha feito muito pouco isso)
  2. Viver em um controlável e reduzido âmbito social, e não com uma lista de 342 pessoas no MSN ou 999 no Orkut. (uma coisa q eu acho ridicula, ter tanta gente nessas armas de destruição social budegas e só falar com 3 por exemplo)
  3. Viver sem a paranóia de controlar continuamente qual dessas 342 pessoas te bloqueou ou excluiu porque te ODEIA! (haha, nunca me importei com isso.. mas conheço gente q sim)
  4. Não saber tudo a respeito da vida particular de Britney Spears ou Paris Hilton ou algum outro personagem. (confesso q eu deu uma passadinho no ego.com AS VEZES ta gente)
  5. A desculpa do quão cara é uma ligação telefônica para falar só uma vez por ano com aquele primo insuportável que mora no Oiapoque ou no Chuí. (haha.. super importante, até hoje uso essa desculpa)
  6. A possibilidade de ser especialista em um assunto.
  7. A criatividade na imaginação de como é a Ilha de Páscoa ou qualquer outro destino exótico. (até legal, mas eu gosto de saber como as coisas são realmente. Ponto positivo pra internet)
  8. Cantar as canções em inglês -inventando a letra- sem se dar conta de que não estamos falando merd@ nenhuma. (conheço gente q ainda faz isso, perai.. eu faço isso)
  9. Não se sentir um exilado no planeta terra porque a conexão caiu durante algumas horas. (FATO, me sinto presa numa masmorra numa ilha excluida do mundo)
  10. Não saber nada a respeito de top 10, top 50, top 100, só o top do canal de música ou da estação de FM. (ahh era tão legal, ficava mó feliz quando minha musica preferida subia de posição e corria pra ligar prum amigo contando)

Leave a comment »

Preguiciti

1 mês e apenas 2 posts.. é to mal, mas é preguiça falta de tempo, enfim vamos prum resumão.  Os  meu comentario para os filmes q vi este mês:

Cinema:
Harry Potter e o enigma do principe: Eu gostei, mas foi o primeiro HP q vejo e fico triste.
Era do Gelo 3: muuuito melhor q o 2 com certeza.

DVD:
Escrevendo amor: o começo não é lá aquelas coisas mas depois começa a ficar muito bom.
Foi apenas um sonho: nem curti. Achei, por incrivel q pareça, bobo.
Nem por cima do meu cadaver: é bom pra passar o tempo num domingo chuvoso (melhor q ver Faustão).

Indicação de música: Good girls go bad – Cobra Starship

Leave a comment »

1 ano sem Dercy

Dercy%20Corinthians

Sim, foi retirado do kibeloko CARALHOO (hehe)

Leave a comment »

Seu Madruga com mais um sucesso pra vocês!


[depois de tomar uma carcada da Ka, resolvi posta neh!]

[se vc num gosta de ouvir palavrões não assista (vc é chato ta, só pra constar.)]

Leave a comment »

Tudo complicado.

Criaturas de Deus, eu não abandonei o blog, só estou com preguiça de postar (é bom ser sincera) é q a Miss K é desnaturada e não dá mais as caras por aqui, mas ela está viva, e pra ser sincera é chato manter um blog sozinha. Mas vamos lá…
Acho q de todos os poetas e escritores brasileiros o Mário Quintana foi o melhor, tanto pela sua linguagem simples, como da forma direta q ele escreve. 
É realmente tocante ler um poema dele.

“Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto, gostem de mim.
Nem que eu faça a falta que elas me fazem.
O importante pra mim é saber que eu em algum momento fui insubstituível.
E que esse momento será inesquecível.”

“Nunca diga te amo se não te interessa.
Nunca fale sobre sentimentos se estes não existem.
Nunca toque numa vida se não pretende romper um coração.
Nunca olhe nos olhos de alguém se não quiser vê-lo se derramar em lágrimas por causa de ti.
A coisa mais cruel que alguém pode fazer é permitir que alguém se apaixone por você quando você não pretende fazer o mesmo.”

“Nesta vida temos três professores importantes: o ‘Momento Feliz’, o ‘Momento Triste’ e o ‘Momento Difícil’.
O ‘Momento Feliz’ mostra o que não precisamos mudar.
O ‘Momento Triste’ mostra o que precisamos mudar.
O ‘Momento Difícil’ mostra que somos capazes de superar.”

“Que a esperança nunca me pareça um NÃO que a gente teima em maquiá-lo de verde e entendê-lo como SIM.
Quero poder ter a liberdade de dizer o que sinto a uma pessoa, de poder dizer a alguém o quanto ele é especial e importante pra mim, sem ter de me preocupar com terceiros… Sem correr o risco de ferir uma ou mais pessoas com esse sentimento.
Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão…
Que o amor existe, que vale a pena se doar às amizades a às pessoas, que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim… e que valeu a pena.”

                                                                            Mário Quintana

 

Chega né?!! mas fikdik champs.

Comments (1) »